segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Infame

são os planos,
os panos que me vestem...

mas eu, não sei, e quero tecer.

e não é por isso que
pára o mundo,

fico nú pra perceber.

são os panos
os planos que eu sei.

sou sempre tardio ao saber...

são tolos os que
se vestem de panos.

5 comentários:

  1. O bom de dias como hoje, é que você se inspira e diz muito com pouco.
    Bemeu
    Bjobom

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Sua poesia nos leva e eleva...
    Bjs
    Mila

    ResponderExcluir
  3. Estive aqui e gostei muito do que vi.

    Resolvi me demorar, vou ficar.
    Abraço!

    ResponderExcluir