sexta-feira, 20 de julho de 2012

Física


Tem um balanço na sala de estar

                                                         E eu aqui so faço assoprar

No vai e vem dos meus olhos

                                                                     fiquei zonzo 

Seus cabelos a chicotear!

7 comentários:

  1. Com poucas palavras você descreve uma embriaguez ilusória.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Leo, essa sua poesia tem mania boba de dar um estalido, fazer um deleite de assovio, ruir os passos com lampejos mágicos, também enfeitar o coração com os olhos. Amo o que te leio, agradeço por me lançar tão longe assim...
    Abraços, querido!

    ResponderExcluir
  3. Marcelo, Janice e Leo:
    Muito obrigado pelo carinho! Leio vcs e me sinto cercado, protegido. Daí vem a vontade para escrever mais. BJS!

    ResponderExcluir
  4. Quando li me senti embalada pelo mar, tamanha cadência poética que colocas no poema.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  5. Um lindo final de semana pra você.



    Beijos


    Ani


    http://cristalssp.blogspot.com

    ResponderExcluir