terça-feira, 31 de maio de 2011

A Toda

Mulher que foi feita de mim,
Deitou se e eternamente dormiu.
Ao som da valsa ao piano,
Da terra ela se despiu.

Senhora e de mãos enrugadas,
Cabocla da terra sertão.
Miúda é de poucas palavras,
Perdeu se em seu coração.

Mulher tu valsa com a vida,
Balança pra lá e pra cá.
És fruto de flor escondida,
Mais bela que tu não há.

22 comentários:

  1. Maravilha é a sua poesia...
    Abçs*

    ResponderExcluir
  2. "És fruto de flor escondida." Belíssimo!

    Obrigada pela visita Leo!
    Te sigo...
    BjO!
    Namastê!

    ResponderExcluir
  3. Lindo seu poema!
    Gostei daqui!
    Abraço.
    Aline

    ResponderExcluir
  4. Olá Leonardo, que tudo esteja bem contigo!
    Belo poema, em homenagem a este ser que é iluminado, e responsável pela continuação da espécie humana, ao menos é a maior contribuinte!
    Bom passar por aqui, sempre belos poemas!
    Desejo a você e todos ao redor intensa felicidade, agradecido pelas visitas, um grande abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  5. Mas que delícia teu espacinho! Preciso de gente como vc, que pensa com os olhos e escreve com o coração nas mãos!
    beijo!

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu blog.

    Amei tudo que li aqui.

    Voltarei sempre que puder...

    Se quiser, dá uma passadinha no meu também...

    Quem sabe não gosta e fica.... 

    http://cristalssp.blogspot.com

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  7. Bonito retrato da mulher!!!

    Bom fim de semana para si!

    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Belíssima composição de versos

    Abraço!!

    ResponderExcluir
  9. Linda Poesia Leonardo!
    Belíssimo blog!

    ResponderExcluir
  10. Lindo poema, gostei.
    =)
    bj grande

    ResponderExcluir
  11. Linda homenagem a uma mulher especial.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Um bonito poema especial para a sua musa entre muitos outros, todos muito bonitos. Yayá.

    ResponderExcluir
  13. Oi Leonardo, já fazia um tempinho que queria visitar o seu blog, mas com a correria de sempre eu fui adiando, até que hoje resolví aparecer por aqui pra conhecer o teu espaço.

    Gostei da tua poesia, e voltarei pra ler alguns dos textos mais antigos.

    Beijos e até a próxima.

    ResponderExcluir
  14. Olá, muito boa tarde!
    Eu venho te convidar a visitar meu blog de Poesias.
    Se gostar e quiser me adicionar, vou gostar de ter por lá seus coments.
    Felicidades e saúde!
    Abraços,
    João, poeta.
    www.ludugero.blogspot.com
    Até mais!
    Já te sigo, pois gostei do seu blog.

    ResponderExcluir
  15. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog momentos fragmentados. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Adorei seu modo de escrever! Parabéns!
    "Mais bela que tu não há." Fiquei encantada com o verso! Estou seguindo seu blog!
    Parabéns mais uma vez!
    Um ótimo fim de semana! Beijos

    http://moniabrao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Belíssimo poema! Gostei muito do teu blog!
    Estou te seguindo!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Que bom consegui encontrar o teu blog! Continuo com o mesmo pensamento do que escrevi acima. Fiz outro blog e estou seguindo o seu novamente!

    ResponderExcluir