segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Um mecanismo

Em vão tudo pende para baixo.
gravidade?

N
ã
o

Simples engenharia.

12 comentários:

  1. Meu amigo

    Quanta verdade nas entrelinhas destas palavras.

    Deixo um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Com toda razão. Muito embora, exista obras que desafiam a gravidade. E, às vezes, nos perguntamos: como é que isso está, aí? Parabéns...

    ResponderExcluir
  3. Amei o poema. Aliás, acho que amei tudo por aqui.

    Beijão, valente!

    ResponderExcluir
  4. Atenção!!!

    Olá, Leonardo. Está acontecendo um problema em meu blogger. Minhas atualizações não aparecem aos meus amigos seguidores. Portanto, para mantê-lo informado preciso do seu e-mail.
    segue: maxwellset@yahoo.es
    Um abraço...

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Tenha um feliz e abençoado Domingo de paz
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  6. Muito bonito, isso me conquista.
    Abraço

    ResponderExcluir
  7. e viva a gravidade com suas maçãs caindo em cabeças(e o concretismo,é claro)!

    ResponderExcluir